Calendário da Saúde. Calendário Nacional de Vacinação. Calendário 2021. Escala Likert – Sindrome de Burnout. Gramática.

Calendário da Saúde

 

Este calendário é para lembrarmos de datas importantes que influenciam a vida de muitos relacionada à saúde.

 

Janeiro

02 – Dia do Sanitarista
04 – Dia da Abreugrafia. Data instituída pelo Decreto nº 42.984/1.958
20 – Dia Nacional do Farmacêutico. Data instituída pela Lei nº 12.338/2.010
20 – Dia Nacional da Parteira Tradicional. Data instituída pela Lei nº 13.100/2.015
Último domingo do mês – Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase. Data instituída pela Lei nº 12.135/2.009 e Dia Mundial Contra a Hanseníase
30 – Dia da Não Violência

Fevereiro

01 a 08 – Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência. Data instituída pela Lei nº 13.798/2.019
04 – Dia Mundial do Câncer
05 – Dia Nacional da Mamografia. Data instituída pela Lei nº 11.695/2.008
2ª segunda-feira do mês – Dia Internacional da Epilepsia
15 – Dia Internacional do Câncer na Infância
18 – Dia Internacional da Síndrome de Asperger
20 – Dia Nacional de Combate às Drogas e ao Alcoolismo
Último dia do mês – Dia Mundial das Doenças Raras e Dia Nacional de Doenças Raras. Data instituída pela Lei nº 13.693/2.018

Março

03 – Dia Mundial dos Defeitos do Nascimento
04 – Dia Mundial da Obesidade
2ª quinta-feira do mês – Dia Mundial do Rim
20 – Dia Mundial da Saúde Bucal
21 – Dia Internacional Contra a Discriminação Racial
21 – Dia Internacional da Síndrome de Down
24 – Dia Mundial de Combate à Tuberculose
24 a 31 – Semana Nacional de Mobilização e Luta Contra a Tuberculose
26 – Dia Mundial de Conscientização Sobre a Epilepsia
30 – Dia Mundial do Transtorno Bipolar
31 – Dia da Saúde e da Nutrição

Abril

02 – Dia Mundial de Conscientização Sobre o Autismo
02 a 07 – Semana da Saúde no Brasil. Data instituída pela Portaria de Consolidação MS nº 1/2.017, art. 527
06 – Dia Mundial da Atividade Física
06 – Dia Nacional de Mobilização pela Promoção da Saúde e Qualidade de Vida
07 – Dia Mundial da Saúde
08 – Dia Nacional do Sistema Braille. Data instituída pela Lei nº 12.266/2.010
11 – Dia Mundial de Conscientização da Doença de Parkinson
14 – Dia Mundial da Doença de Chagas
16 – Dia Nacional da Voz. Data instituída pela Lei nº 11.704/2.008
17 – Dia Internacional da Hemofilia
24 – Dia Mundial da Meningite
24 a 30 – Semana de Vacinação nas Américas
25 – Dia Mundial da Luta Contra a Malária
26 – Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. Data instituída pela Lei nº 10.439/2.002
28 – Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho
28 – Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. Data instituída pela Lei nº 11.121/2.005
30 – Dia Nacional da Mulher. Data instituída pela Lei nº 6.791/1.980

Maio

00 – Dia Mundial de Combate à Asma (1ª terça-feira de maio)
01 – Dia Mundial do Trabalho
05 – Dia Mundial da Higiene das Mãos
05 – Dia Nacional do Uso Racional de Medicamento
08 – Dia Internacional da Cruz Vermelha
08 – Dia Internacional da Talassemia
08 – Dia Nacional das Hemoglobinopatias. Data instituída pela Lei nº 12.631/2.012
10 – Dia Mundial do Lúpus
12 – Dia Internacional da Enfermagem
15 – Dia Nacional do Controle das Infecções Hospitalares. Data instituída pela Lei nº 11.723/2.008
15 – Dia de Conscientização da Mucopolissacaridose. Data instituída pela Lei nº 13.122/2.015
16 – Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Celíaca
17 – Dia Mundial da Hipertensão – excepcionalmente, em 2020, a data será comemorada em 17 de outubro
18 – Dia Nacional da Luta Antimanicomial
18 – Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Data Instituída pela Lei nº 9.970/2.000
18 – Dia de Conscientização sobre a Necessidade de Vacina contra HIV/Aids
19 – Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal
19 – Dia Mundial de Doação do Leite Humano
19 – Dia e Semana Nacional de Doação do Leite Humano. Datas instituídas pela Lei nº 13.227/2.015
25 – Dia Internacional da Tireoide
26 – Dia Nacional de Combate ao Glaucoma. Data instituída pela Lei nº 10.456/2.002
28 – Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher
28 – Dia Nacional de Redução da Mortalidade Materna
29 – Dia Mundial da Saúde Digestiva
30 – Dia Mundial da Esclerose Múltipla
31 – Dia Mundial Sem Tabaco

Junho

05 – Dia Mundial do Meio Ambiente
06 – Dia Nacional de Luta Contra Queimaduras. Data instituída pela Lei nº 12.026/2.009
06 – Dia Nacional do Teste do Pezinho. Data instituída pela Lei nº 11.605/2.007
07 – Dia Mundial da Segurança dos Alimentos
11 – Dia do Educador Sanitário
13 – Dia Internacional de Conscientização sobre o Albinismo
14 – Dia Mundial do Doador de Sangue
15 – Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa
19 – Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme
21 – Dia Nacional de Controle da Asma
21 – Dia Nacional de Luta Contra a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). Data instituída pela Lei nº 13.471/2.017
25 – Dia Mundial do Vitiligo
26 – Dia Internacional de Apoio às Vítimas da Tortura
26 – Dia Nacional do Diabetes
26 – Dia Internacional Sobre o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas

Julho

Julho Amarelo – Mês de  luta contra as hepatites virais. Data instituída pela Lei nº 13.802/2.019
01 – Dia da Vacina BCG
02 – Dia do Hospital
06 – Dia Mundial das Zoonoses
10 – Dia da Saúde Ocular
13 – Dia do Estatuto da Criança e do Adolescente
25 – Aniversário do Ministério da Saúde
27 – Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho
28 – Dia Mundial da Hepatite

Agosto

Mês do Aleitamento Materno no Brasil. Data instituída pela Lei nº 13.435/2.017
01 a 07 – Semana Mundial da Amamentação
01 – Dia Nacional dos Portadores de Vitiligo. Data instituída pela Lei nº 12.627/2.012
05 – Dia Nacional da Saúde. Data instituída pela Lei nº 5.352/1.967
05 – Dia Nacional da Vigilância Sanitária. Data instituída pela Lei nº 13.098/2.015
05 – Dia da Farmácia
05 – Dia do Nascimento de Oswaldo Cruz
08 – Dia Nacional de Prevenção e Controle do Colesterol
09 – Dia Nacional da Equoterapia. Data instituída pela Lei nº 12.067/2.009
Semana do dia 10 – Semana Nacional de Controle e Combate à Leishmaniose. Data instituída pela Lei nº 12.604/2.012
21 a 27 – Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. Data instituída pela Lei nº 13.585/2.017
24 – Dia da Infância
26 – Dia do Nascimento de Albert Sabin
27 – Dia do Psicólogo
28 – Dia Nacional de Combate e Prevenção ao Escalpelamento. Data instituída pela Lei nº 12.199/2.010
29 – Dia Nacional de Combate ao Fumo. Data instituída pela Lei nº 7.488/1.986
30 – Dia Nacional de Conscientização Sobre a Esclerose Múltipla. Data instituída pela Lei nº 11.303/2.006
31 – Dia do Nutricionista

Setembro

00 – Mês Mundial do Alzheimer
01 – Dia do Profissional de Educação Física. Data instituída pela Lei nº 11.342/2.006
03 – Dia do Biólogo
05 – Dia Nacional de Conscientização e Divulgação da Fibrose Cística. Data instituída pela Lei nº 12.136/2.009
05 – Dia do Oficial de Farmácia. Data instituída pela Lei nº 5.157/1.966
08 – Dia Nacional de Luta por Medicamento
08 – Dia Mundial da Fibrose Cística
09 – Dia do Médico Veterinário
10 – Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio
13 – Dia Mundial da Sepse
13 – Dia Nacional de Luta dos Acidentados por Fontes Radioativas. Data instituída pela Lei nº 12.646/2.012
15 – Dia Mundial de Conscientização Sobre Linfomas
16 – Dia Nacional de Combate e Prevenção à Trombose. Data instituída pela Lei nº 12.629/2.012
16 – Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio
17 – Dia Mundial da Segurança do Paciente
18 – Dia Nacional de Conscientização e Incentivo ao Diagnóstico Precoce do Retinoblastoma. Data instituída pela Lei nº 12.637/2.012
19 – Dia Internacional de Atenção aos Acidentes Ofídicos
21 – Dia Mundial da Doença de Alzheimer e Dia Nacional de Conscientização da Doença de Alzheimer. Data instituída pela Lei nº 11.736/.2.008
21 – Dia Nacional de Luta da Pessoa Portadora de Deficiência. Data instituída pela Lei nº 11.133/2.005
22 – Dia Nacional da Saúde de Adolescentes e Jovens
23 – Dia Internacional Contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças
25 – Dia Mundial do Pulmão
Última semana de setembro – Semana Internacional dos Surdos
26 – Dia Internacional da Linguagem de Sinais
26 – Dia Nacional dos Surdos. Data instituída pela Lei nº 11.796/2.008
27 – Dia Nacional da Doação de Órgãos. Data instituída pela Lei nº 11.584/2.007
28 – Dia Mundial Contra a Raiva
29 – Dia Mundial do Coração

Outubro

Outubro Rosa – Mês de conscientização sobre o câncer de mama. Data instituída pela Lei nº 13.733/2.018
Mês de Conscientização sobre a Dislexia
01 – Dia Internacional das Pessoas Idosas e Dia Nacional do Idoso. Data instituída pela Lei nº 11.433/2.006
04 – Dia Nacional do Agente Comunitário de Saúde. Data instituída pela Lei nº 11.585/2.007
04 – Dia Nacional dos Agentes de Combate às Endemias. Data instituída pela Lei nº 13.059/2.014
06 – Dia Mundial da Paralisia Cerebral
08 – Dia Nacional de Doação de Cordão Umbilical. Data instituída pela Lei nº 13.309/2.016
2ª quinta-feira do mês – Dia Mundial da Visão
10 – Dia Mundial da Saúde Mental
10 – Dia Nacional de Segurança e de Saúde nas Escolas. Data instituída pela Lei nº 12.645/2.012
11 – Dia da Pessoa com Deficiência Física
11 – Dia Nacional de Prevenção da Obesidade. Data instituída pela Lei nº 11.721/2.008
12 – Dia Mundial de Conscientização da Artrite Reumatóide
12 – Dia Interamericano da Água
12 – Dia Mundial de Cuidados Paliativos
12 a 18 – Semana Nacional de Prevenção da Violência na Primeira Infância. Data instituída pela Lei nº 11.523/2.007
13 – Dia do Terapeuta Ocupacional e do Fisioterapeuta. Data instituída pela Lei nº 13.084/2.015
13 – Dia Mundial da Trombose
16 – Dia Mundial da Alimentação
17 – Dia Nacional da Vacinação
17 – Dia Mundial da Hipertensão, excepcionalmente em 2020
18 – Dia do Médico
3º sábado do mês – Dia Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Congênita. Data instituída pela Lei nº 13.430/2.017
20 – Dia Mundial e Nacional da Osteoporose
24 – Dia Mundial da Poliomielite
25 – Dia Nacional de Combate ao Preconceito Contra as Pessoas com Nanismo. Data instituída pela Lei nº 13.472/2017
25 – Dia do Cirurgião Dentista
25 – Dia Nacional da Saúde Bucal. Data instituída pela Lei nº 10.465/2.002
27 – Dia Nacional de Luta pelos Direitos das Pessoas com Doenças Falciformes. Data instituída pela Lei nº 12.104/2.009
27 – Dia Nacional de Mobilização Pró-Saúde da População Negra
27 – Dia Mundial do Terapeuta Ocupacional
29 – Dia Mundial do AVC (Acidente Vascular Cerebral)
29 – Dia Nacional e Mundial da Psoríase
30 – Dia Nacional de Luta do Paciente Reumático. Data instituída pela Portaria de Consolidação MS nº 1/2.017, art. 527

Novembro

Novembro Azul – Mês de conscientização sobre a saúde do homem
01 a 07 – Semana Nacional de Prevenção do Câncer Bucal. Data instituída pela Lei nº 13.230/2.015
06 – Dia da Malária nas Américas
08 – Dia Nacional do Médico Radiologista. Data instituída pela Lei nº 13.118/2.015
10 – Dia Mundial do Ceratocone
10 – Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez. Data instituída pela Portaria de Consolidação MS nº 1/2.017, art. 527
10 – Dia Nacional do Intensivista. Data instituída pela Lei nº 13.119/2.015
12 – Dia Mundial da Pneumonia
14 – Dia Mundial e Nacional do Diabetes
16 – Dia Nacional dos Ostomizados. Data instituída pela Lei nº 11.506/2.007
16 – Dia Nacional de Atenção à Dislexia. Data instituída pela Lei nº 13.085/2.015
17 – Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata
17 – Dia Mundial da Prematuridade
18 – Dia Nacional de Combate ao Racismo
18 a 24 – Semana Mundial de Conscientização Sobre o Uso de Antimicrobianos
20 – Dia do Biomédico. Data instituída pela Lei nº 11.339/2.006
20 – Dia da Consciência Negra. Data instituída pela Lei nº 12.519/2.011
20 – Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica – DPOC
21 – Dia Nacional da Homeopatia
Penúltimo sábado do mês de novembro – Dia Nacional de Combate ao Dengue. Data instituída pela Lei  nº 12.235/2.010
23 – Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil. Data instituída pela Lei nº 11.650/2.008
25 – Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. Data instituída pelo Decreto nº 53.988/1.964
27 – Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres
27 – Dia Nacional de Combate ao Câncer
27 – Dia Nacional de Luta contra o Câncer de Mama. Data instituída pela Lei nº 12.116/2.009

Dezembro

Dezembro Vermelho – Campanha Nacional de Prevenção ao HIV/AIDS e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis. Data instituída pela Lei nº 13.504/2.017
01 – Dia Mundial da Aids
02 – Dia Pan-Americano de Saúde. Data instituída pelo Decreto nº 8.229/1.941
03 – Dia Internacional da Pessoa com Deficiência
05 – Dia da Acessibilidade
06 – Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. Data instituída pela Lei nº 11.489/2.007
09 – Dia do Fonoaudiólogo. Data instituída pela Lei nº 11.500/2.007
09 – Dia Nacional da Criança Com Deficiência
09 – Dia do Alcoólico Recuperado
10 – Dia Internacional dos Povos Indígenas
10 – Dia dos Direitos Humanos
12 – Dia Internacional da Saúde Universal
13 – Dia do Cego. Data instituída pelo Decreto nº 51.045/1.961
14 a 21 – Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea. Data instituída pela Lei nº 11.930/2.00

Fonte:

http://bvsms.saude.gov.br/datas-da-saude

Ministério da Saúde

Vacinem-se!

Saiba quais vacinas devem ser tomadas em cada fase da vida

Esquema vacinal: http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a…/vacinacao/vacine-se

O Ministério da Saúde – Programa Nacional de Imunização, não atualizou a página com o calendário vacinal até o momento. O link acima, embora seja para o calendário de vacinas, está com outros itens de informação e não conseguimos localizar o calendário em PDF.

Foi Localizado o calendário vacinal em Excel aberto para edição, o que não é confiável, qualquer pessoa pode alterar os dados.

Infelizmente a vacinação para os povos Indígenas também não foi localizado.

Data: 08/12/2020

Abaixo, link do calendário de vacinação da Sociedade Brasileira de Imunizações

https://sbim.org.br/calendarios-de-vacinacao

Um conjunto de orientações específicas para cada faixa etária e também visando à saúde do trabalhador exposto a riscos.

Os calendários contemplam também as vacinas disponibilizadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI):

 

Fonte:

Sociedade Brasileira de Imunizações.

Logo SBIm

 

Calendário 2021

 

Escala Likert – Sindrome de Burnout

 

Escala Likert mede atitudes e comportamentos de uma pessoa diante do que ela pensa sobre seu trabalho e o que pode refletir em sua saúde física e mental.

Isso pode ajudar no diagnóstico de quem sofre com a síndrome de Burnout – distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso.

Se dá, através de um questionário fechado ou questões de marcar em que as respostas disponíveis vão de um extremo a outro, de nada provável para extremamente provável.

Consulte um médico psiquiatra para tratamento e avaliação.

 

 Faça o teste e avalie seu risco de ter burnout:

 

Perguntas

1- Você se sente deprimido (a) como se sua energia física e emocional estivesse exaurida?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

2- Você acha que está propenso (a) a pensar negativamente sobre seu emprego?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

3- Você se considera mais frio (a) e/ou menos sensível com as outras pessoas do que possivelmente merecem?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

4- Você fica irritado (a) facilmente com os pequenos problemas ou com seus colegas de trabalho e sua equipe?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

5- Você se sente incompreendido (a) ou desconsiderado (a) pelos seus colegas de trabalho?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

6- Você sente que não há nada para conversar?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

7- Você acha que está realizando menos do que deveria?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

8- Você se sente em um nível incômodo em relação à pressão para obter êxito?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

9- Você sente que não está conseguindo o que quer fora do seu emprego?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

10- Você sente que está na empresa ou profissão errada?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

11- Você está ficando frustrado (a) com partes do seu trabalho?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

12- Você sente que a burocracia e a política organizacional frustram sua habilidade de realizar um bom trabalho?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

13- Você sente que há mais trabalho do que você tem habilidade de realizar na prática?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

14- Você sente que não tem tempo para realizar muitas coisas que são importantes e fazer um trabalho com qualidade?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

15- Você acha que não tem tempo para planejar tanto quanto você gostaria?

Avaliação: Nunca (1) Raramente (2) Às vezes (3) Todo tempo (4) Com muita frequência (5)

Pontuação Total:………………………..

Interpretação

Avalie a sua pontuação:

15 – 18
Nenhum sinal de burnout.

19 – 32
Pequeno sinal de burnout, a menos que alguns itens (pontuação) estejam particularmente altos.

33 – 49
Cuidado, você corre o risco de burnout, principalmente se muitos itens estiverem altos.

50 – 59
Você corre um grande risco de burnout. Faça algo a respeito, urgentemente.

60-75
Você está com enorme risco de burnout. Faça algo a respeito urgentemente.

 

Fonte do teste sobre BURNOUT: http://idhl.com.br/wp-content/uploads/2014/06/Teste-Burnout.pdf

 

 

 Gramática: 50 erros de português que você não pode mais cometer

Guia prático para não queimar mais o filme em provas,

e-mails, redes sociais e vida profissional

 

 

Como qualquer outra disciplina, o português pode ser fácil para uns e difícil para outros. Além disso, a língua é viva, se altera com o passar dos anos, recebe influências do meio e, claro, conta com um amplo conjunto de regras que inegavelmente podem confundir.

É certo dizer que o tempo presente, o grau de escolaridade e a classe social impactam em como produzo meu texto.

Mas também é fato que o domínio da língua é diretamente proporcional ao volume de leitura. A dica é ler jornais, livros de bons autores e não ter vergonha de procurar o significado de uma palavra que não conhece, recomenda o professor Caco Penna, do CPV Educacional.

Segundo Caco, as mudanças dos últimos anos no Enem resultaram em provas mais focadas no caráter sociolinguístico do que propriamente na gramática. Mesmo assim, essas são questões ainda relevantes na redação e muito presentes nos vestibulares.

Indo muito além dos testes, vale lembrar que em toda a vida você vai lidar com as artimanhas do português.

Nada mais queima o filme do que falar errado em uma entrevista de emprego ou enviar um e-mail profissional cheio de deslizes, por exemplo.

A lista foi elaborada com ajuda dos professores Simone Motta, coordenadora de Português do Grupo Etapa, Eduardo Calbucci, supervisor de Português do Anglo, e do próprio Caco.

 

Para evitar essas derrapadas, listamos as 50 dúvidas gramaticais que mais costumam gerar erros.

 1. Por que/Porque

Para começar, uma confusão que acompanha gerações:

Usa-se “por que” para perguntas, mesmo que implícitas. Exemplos: “Por que ela ainda não chegou?” e “Ele não sabe por que está aqui”.

Usa-se “porque” para respostas. Se consegue substituir por “pois”, essa é a forma correta: “Não foi trabalhar porque estava doente”.

2. Por quê/Porquê

No final de uma frase, seguido de pontuação (exclamação, interrogação, reticências), o correto é “por quê”, como em: “Estou chateado. Sabe por quê?”.

Já o “porquê” tem exatamente o mesmo sentido de motivo ou razão, por exemplo: “Não sabia o porquê de tanta pressa”.

3. De segunda a sexta (certo)/De segunda à sexta (errado)

Outro elemento de confusão frequente, a crase pode ser explicada como a junção de duas letras em uma só: a preposição “a” e o artigo feminino “a”. Então, se você tenta ler uma sentença com “a a” e não faz sentido, provavelmente não há crase. Logo, o correto é “de segunda a sexta”.

4. A prazo (certo)/À prazo (errado)

Como no caso anterior, a leitura com “a” duplicado não faz sentido. Além disso, não se aplica a crase antes de substantivos masculinos, como é o caso de “prazo”.

5. A você (certo)/À você (errado)

Não há crase antes de pronomes pessoais (eu, você, ele, ela, nós, vocês, eles, elas).

6. Das 9h às 18h (certo)/Das 9h as 18h (errado)

No caso de horas expressas, há crase quando a preposição “de” aparece combinada com artigo (de + as), mesmo que implícito como em “horário da prova: 8h às 11h”. Sendo assim, o correto é “das 9h às 18h”.

7. Mal/Mau

“Mal” é substantivo quando precedido de artigo, como em “o mal do mundo”, e advérbio quando acompanha verbo ou adjetivo. Resumidamente, é o contrário de “bem”.

“Mau” é adjetivo quando vem antes de substantivos, com os quais concorda. É o oposto de “bom”.

8. Mas/Mais

“Mas” é conjunção adversativa e tem o mesmo valor de “porém”, “contudo” ou “entretanto”.

“Mais” é advérbio de intensidade ou conjunção aditiva, indicando adição ou acréscimo. É também o oposto de “menos”.

9. Haver/A ver

“A confusão entre as expressões se dá porque a pronúncia é a mesma”, explica o professor Eduardo Calbucci. “Haver” é verbo e significa “existir”. “Ter a ver” é “ter ligação”.

10. Traz/Trás/Atrás

Segundo a professora Simone Motta, é bem comum se deparar com trocas de letra entre as palavras – erroneamente ‘tras’ e ‘atráz’ – por conta da sonoridade semelhante entre elas. Apesar disso, é fácil diferenciar: “traz” vem do verbo “trazer” (com Z, portanto); “trás” e “atrás” são advérbios e indicam posição (“ficará para trás”, “atrás da porta”).

11. Haja/Aja

Novamente a semelhança sonora induzindo ao erro. Para esclarecer: “haja” é conjugação do verbo “haver”, de existir. “Aja” vem do verbo “agir”: “Aja com cuidado”.

12. Interveio (certo)/Interviu (errado)

Esse é um verbo que se conjuga como “vir”, de que é derivado, sendo “interveio” a forma correta: “A polícia interveio na briga”.

13. Vêm/Têm

Os verbos “ter” e “vir” devem ser acentuados quando estiverem na 3ª pessoa do plural: “Eles sempre vêm de táxi, porque eles não têm carro”.

14. Em vez de/Ao invés de

Para indicar apenas uma coisa no lugar de outra, usa-se “em vez de”. Para mostrar opostos, vá de “ao invés de”, como no exemplo: “Ao invés de ser o primeiro, ele foi o último”.

15. Onde/Aonde

“Onde” é o lugar em que alguém ou alguma coisa está. “Aonde” está relacionado a movimento. Por isso, quem vai, vai “a” algum lugar: “vai aonde”.

16. Demais/De mais

Na maior parte dos casos, emprega-se o advérbio “demais”, que significa excessivamente, muito. Já a locução “de mais” é comparável à expressão “a mais”, como em “nem sal de mais, nem de menos”. “De mais” também é associada a estranheza: “Não vejo nada de mais naquilo”.

17. Em princípio/A princípio

“Em princípio” assemelha-se a “em tese”. “A princípio” é como “no início”.

18. Uso do hífen

O prefixo terminado por vogal é separado por hífen se a palavra seguinte começar com a mesma vogal ou H. Caso contrário, sem hífen. Exemplos: autoescola, micro-ondas, semianalfabeto, autoestima.

19. Tachar/Taxar

“Tachar” significa “denominar, chamar de, considerar”. Já “taxar” é impor uma taxa ou imposto. Portanto, contextos diferentes.

20. Através de/Por meio de

Expressões com significados distintos. “Através de” expressa a ideia de atravessar, indica um movimento físico. “Por meio de” é semelhante a “por intermédio de” e se relaciona a “instrumento para a realização de algo”. Portanto, ao começar um e-mail, por exemplo, o correto é “Venho por meio deste”, e não “Venho através deste”.

21. Vírgula entre sentenças

Quando as duas frases possuírem sujeitos diferentes, usa-se a vírgula antes da conjunção “e”.

Errado: A mãe demorou para chegar e o filho ficou desesperado.

Certo: A mãe demorou para chegar, e o filho ficou desesperado.

22. Eu/Mim

O pronome reto “eu” é utilizado apenas na posição de sujeito do verbo. Nas demais situações, usa-se o pronome oblíquo “mim”.

Errado: Não há mais nada entre eu e você.

Certo: Não há mais nada entre mim e você.

23. Haver/Fazer

Ambos os verbos, quando indicam passagem de tempo, não ganham plural: “Não conversávamos havia três anos” e ” Faz três anos que não nos vemos”.

24. Haver/Existir

No sentido de “existir”, o verbo “haver” não vai para o plural. O verbo “existir” pluraliza normalmente: “Na reunião, existiam cerca de 60 pessoas”.

Errado: Na reunião, haviam cerca de 60 pessoas.

Certo: Na reunião, havia cerca de 60 pessoas.

25. Assistir ao/Assistir o

Quando usado no sentido de “ver”, o verbo “assistir” rege a preposição “a”: “Assistiu ao programa”. Já no sentido de “ajudar” ou “prestar auxílio”, o verbo vem sem a preposição: “O técnico assistiu o cliente durante a instalação do equipamento”.

26. Afim/A fim de

“Afim” pode ser adjetivo ou substantivo e, nos dois casos, é associado a “parecido”, “similar” e “semelhante”. “A fim de” é locução prepositiva e está ligada à ideia de intenção ou finalidade, como em “aceitei ir à festa a fim de conhecê-lo melhor”.

27. Obrigado/Obrigada

Essa regra é muito simples. Homens dizem “obrigado”. Mulheres dizem “obrigada”. Pronto!

28. Bem-vindo (certo)/Benvindo (errado)

O Novo Acordo Ortográfico não alterou a escrita da palavra “bem-vindo”. Apesar de novas regras gramaticais em relação ao uso do hífen, ela continua como antes.

29. Beneficente (certo)/Beneficiente (errado)

A forma correta é “beneficente”. “Beneficiente” não existe na Língua Portuguesa.

30. Menos (certo)/Menas (errado)

Apesar de memes como “miga, seja menas”, a palavra “menas” não existe na nossa gramática. Escolha sempre “menos” em suas redações e e-mails formais.

31. Deixa eu escrever/Deixa-me escrever

Quando os verbos “deixar”, “fazer”, “ver” e “mandar” vêm seguidos de infinitivo, usam-se os pronomes oblíquos no padrão culto da língua: “Deixa-me escrever”. Aqui, porém, um adendo. “Esse tipo de construção com pronomes retos (‘deixa eu estudar’, ‘deixa ele estudar’) está se tornando cada vez mais comum, fundamentalmente na linguagem oral”, destaca o professor Eduardo Calbucci, em uma ressalva de que o certo e o errado podem não ser absolutos se levarmos em consideração a evolução da língua.

32. Seguem anexos os documentos (certo)/Seguem os documentos em anexo (errado)

Expressões bem comuns em e-mails. Se funciona como adjetivo, indicando que algo está ligado, a palavra “anexo” não exige o uso de “em” e deve concordar em gênero e número com o substantivo a que se refere – no caso, “documentos”. De outra forma, se o interlocutor quer dizer o modo pelo qual algo está sendo enviado, é preferível dizer “no anexo” em vez de “em anexo”.

33. Proibida a entrada (certo)/Proibido a entrada (errada)

O sujeito da oração é “a entrada”, feminino e acompanhado de artigo, por isso “proibido” concorda com “entrada”: “Proibida a entrada”.

34. Vamos nos ver amanhã? (certo)/ Vamos se ver amanhã? (errado)

O sujeito do verbo “vamos” é de primeira pessoa do plural (nós), por isso a forma correta é “vamos nos ver”.

35. Senão/Se não

A escolha depende bastante do que você quer expressar. “Senão” é “caso contrário” ou “a não ser”. “Se não” mostra uma condição, como em “se não sabe como fazer, não faça”.

36. Dia a dia/Frente a frente/Cara a cara

Nenhuma das expressões tem acento no “a”. O acento grave não deve ser utilizado em termos com palavras repetidas.

37. Meio-dia e meia (certo)/ Meio-dia e meio (errado)

Quando a palavra “hora”, aqui implícita, é fracionada, sempre utiliza-se “meia” – portanto, “meio-dia e meia”. “Meia” é numeral fracionário e deve concordar em gênero com a unidade fracionada. Outra coisa: “meio-dia” permanece com hífen, mesmo após o Novo Acordo Ortográfico.

38. Eminente/Iminente

Formas parecidíssimas, significados diferentes e grande chance de confusão. Para memorizar: “eminente” está relacionado a qualidade, excelência, como em “é um profissional eminente”; já “iminente” indica que “vai acontecer em breve”.

39. Descrição/Discrição

Mais um caso de grafia e pronúncia semelhantes e significados distintos. “Descrição” está relacionada ao ato de detalhar algo, reunir características. Entre seus sinônimos, dependendo do contexto, estão palavras como “exposição” e “apresentação”. Já “discrição” é a qualidade de alguém ou algo discreto, que não chama muita atenção.

40. Sessão/Seção

A forma com S, “sessão”, é o intervalo de tempo em que alguma coisa acontece, por isso sessão de cinema, sessão fotográfica, sessão da tarde… Já “seção” é como divisão, uma parte de um todo, daí seção eleitoral, seção feminina e seção do jornal, por exemplo.

41. Admitem-se vendedores (certo)/ Admite-se vendedores (errado)

No exemplo, o verbo “admitir” é transitivo direto. Como tal, não exige preposição entre ele e o objeto da frase e concorda em número com o sujeito. Portanto, o correto é dizer “admitem-se vendedores”.

42. Precisa-se de vendedores (certo)/ Precisam-se de vendedores (errado)

Já nesse exemplo, a maneira correta é “precisa-se de vendedores”. Quem precisa, precisa “de” algo, daí a necessidade da preposição. Como verbo transitivo indireto, portanto, “precisar” permanece no singular.

43. Supor/Transpor

Os verbos derivados do verbo “pôr” serão conjugados como o verbo primitivo.

Errado: Se você supor que o seu plano dará certo, nós poderemos executá-lo.

Certo: Se você supuser que o seu plano dará certo, nós poderemos executá-lo.

44. Manter/Conter

Os verbos derivados do verbo “ter” serão conjugados como o verbo primitivo.

Errado: Se você manter a rotina de treinos, alcançará excelentes resultados.

Certo: Se você mantiver a rotina de treinos, alcançará excelentes resultados.

45. Tinha chego/Tinha chegado

Existem alguns verbos, chamados de abundantes, que admitem duas formas de particípio passado, entre eles “aceitar” (aceitado e aceito), “imprimir” (imprimido e impresso) e “eleger” (elegido e eleito). “Por analogia, obtêm-se formas como ‘chego’, ainda não acolhidas pela norma culta”, explica o professor Eduardo Calbucci. Ou seja, vá de “tinha chegado”.

46. Na minha opinião (certo)/ Na minha opinião pessoal (errado)

“Na minha opinião pessoal” é um pleonasmo, ou seja, a repetição desnecessária de uma informação, uma redundância: sua opinião já é pessoal. Por isso, diz-se apenas “na minha opinião”.

47. Anos atrás (certo)/ Há anos atrás (errado)

“Há anos atrás” também é um pleonasmo, pois o verbo “há”, nesse sentido, já indica passagem do tempo. Diga apenas “há anos” ou “anos atrás”.

48. De encontro a/Ao encontro de

Aqui temos praticamente opostos em termos de sentido. “De encontro a” expressa conflito, como em “sua opinião foi de encontro ao que ele acreditava”. Já “ao encontro de” expressa satisfação, “estar de acordo com”, ir “em direção a”: “Uma lei que vem ao encontro dos menos favorecidos”.

49. Por hora/Por ora

As duas expressões existem, mas dependem do contexto. “Por hora” está relacionada a um intervalo de 60 minutos: “Pedala 20 km por hora”. “Por ora” significa, simplesmente, “por enquanto”.

50. Ratificar/Retificar

Verbos com sentidos bem diferentes: “ratificar” é confirmar; “retificar” é corrigir.

 

Fonte:

Professor de Português Caco Penna, do CPV Educacional.

Livro de anotações com 101 dicas de português” Editora Hunter Books, 2014.

Top